Pragmatica do Gosto - Archive ouverte HAL Accéder directement au contenu
Article Dans Une Revue Desigualdade & Diversidade Année : 2011

Pragmatica do Gosto

(1)
1
Antoine Hennion

Résumé

The paper considers the problems facing the sociology of culture with respect to taste. It focuses primarily to the case of music and its various genres but also includes comparisons with other objects of passion such as cookery and wine, or sport. Various studies have convincingly proved the over-determined nature of tastes, their function as markers of social differences and identities, their ritualized functioning, relations of domination between high culture and popular culture, etc. The paper draws on inquiries on different forms of attachment. It aims at steering the sociology of taste away from such a critical conception, that has become dominant, in which taste is conceived only as a passive social game and real practices are reduced to their hidden social determinants. Taste is first and foremost a problematical modality of attachment to the world. "Amateurs" are competent, active and productive; they constantly transform objects and works, performances and tastes. In terms of this pragmatic conception taste can be analysed as a reflexive activity, "corporated", framed, collective, equipped and simultaneously producing the competencies of an amateur and the repertoire of objects that she/he values.
O artigo trata dos problemas para a sociologia da cultura com relação ao gosto, focando primariamente no caso da música e seus vários gêneros, mas também incluindo comparações com outros objetos de paixão como a culinária e o vinho ou o esporte. Diversos estudos provaram convincentemente a natureza sobredeterminada dos gostos, sua função como marcadores de diferenças e identidades sociais, seu funcionamento ritualizado, relações de dominação entre alta e baixa cultura etc. O artigo se baseia em investigações sobre diferentes formas de ligação, tentando afastar a sociologia do gosto de uma concepção crítica que se tornou dominante e na qual o gosto é concebido somente como um jogo social passivo e as práticas reais reduzidas a seus determinantes sociais ocultos. O gosto é antes de tudo uma modalidade problemática de ligação com o mundo. Os "amadores" são competentes, ativos e produtivos; eles transformam constantemente objetos e obras, performances e gostos. Nos termos dessa concepção pragmática o gosto pode ser analisado como uma atividade reflexiva, "corporada", enquadrada, coletiva e equipada, ao mesmo tempo produzindo competências de um amador e o repertório de objetos que ele valoriza.
Fichier non déposé

Dates et versions

hal-00652956 , version 1 (16-12-2011)

Identifiants

  • HAL Id : hal-00652956 , version 1

Citer

Antoine Hennion. Pragmatica do Gosto. Desigualdade & Diversidade, 2011, 8, pp.253-277. ⟨hal-00652956⟩
228 Consultations
0 Téléchargements

Partager

Gmail Facebook Twitter LinkedIn More